Notas Biográficas

Olga Maria Guerreiro de Matos
Licenciou-se em Medicina, pela Faculdade de Ciências Médicas da Universidade Nova de Lisboa (UNL), em 1980. Em 1982-83, trabalhou como investigadora visitante no Laboratory of Pathology, National Cancer Institute, National Institute of Health, Bethesda, EUA. Trabalhou como médica voluntária, no Hospital Central de Maputo e no Dispensário das Nações Unidas em Maputo, Moçambique, em 1985-87. Em 1989, após concurso público, tomou posse do lugar de Assistente Estagiária da Carreira Docente Universitária, na Disciplina de Protozoologia Médica do Instituto de Higiene e Medicina Tropical (IHMT)/UNL. Em 2000, doutorou-se no Ramo de Ciências Biomédicas, Especialidade de Parasitologia, pelo IHMT/UNL, passando a desempenhar funções de Professora Auxiliar na Disciplina de Protozoologia Médica, do IHMT/UNL. Desde 2007 é Professora Associada com Agregação no Grupo de Disciplinas de Parasitologia Médica do IHMT/UNL. De 2005 a 2010 foi directora da Unidade de Protozoários Oportunistas/VIH e Outras Protozooses do IHMT. Em 2010, foi nomeada, pelo Senado da Banat’t University of Agricultural Sciences and Veterinary Medicine de Timisoara, Roménia, Professora Associada Convidada para o ano lectivo de 2010-2011.
Investigadora responsável pela conceção, planeamento, coordenação e gestão de diversos projectos de investigação, nacionais e internacionais, integrando várias redes europeias de estudo das parasitoses intestinais e da pneumocistose. Tem desenvolvido estreita actividade de colaboração com investigadores portugueses, europeus, norte-americanos e brasileiros, e com vários hospitais portugueses e africanos (Cabo-Verde, S. Tomé e Principe e Angola). O seu grupo de trabalho, composto por 1 investigador auxiliar, 2 pós-docs, 1 doutoranda e 6 mestrandos, tem vindo a desenvolver investigação em parasitas oportunistas e outros (Cryptosporidium spp., Microsporidia e Giardia sp., Toxoplasma gondii e Pneumocystisjirovecii), do ponto de vista da saúde humana e animal e da contaminação ambiental, nas áreas da resistência a fármacos e seus mecanismos, proteómica/patologia/imunologia, diagnóstico/epidemiologia/controlo e modelos experimentais. É autora de 6 capítulos de livros e mais de 70 artigos publicados em revistas científicas internacionais e nacionais.
Ainda, desenvolve actividades de Prestação de Serviços à Comunidade (24 exames de laboratório especializados no domínio das protozooses intestinais, tripanossomoses africana e americana, toxoplasmose e da pneumocistose).



Voltar